Buscar
  • Emerson Burguês

Saiba como funciona uma rádio na web.

A internet chegou em todos os lugares, inclusive no rádio.


A internet chegou em todos os lugares, inclusive no rádio. Com o fortalecimento do streaming muitas emissoras resolveram agregar em sua programação a transmissão via web.

Com isso, nasceram as rádioweb. A transmissão passou de ondas eletromagnéticas, AM/FM, para transferências de dados em streaming. As programações foram adaptadas e hoje a maioria das rádios tradicionais fazem uma retransmissão de sinal pela internet.

Essa nova tecnologia modificou a forma de consumir rádio. As pessoas passaram a acompanhar a programação por mais tempo e as emissoras ampliaram sua audiência.

A grande diferença da rádio web é o baixo custo de transmissão. Não é preciso grandes antenas de transmissão para colocar um programa no ar. Além do mais, não é necessário autorização governamental para funcionamento.

Com todas essas vantagens as únicas coisas obrigatórias para a criação de uma rádio web são:

  • Computador com pelo menos 2Gb de memória e um processador de, no mínimo, 1 GHz;

  • Software para emitir o sinal para o servidor

  • Serviço de streaming

  • Conexão banda larga com possibilidade de mais de 300k para upload.

As rádio web são uma grande aposta do mercado fongráfico. Elas mostram que o rádio não morreu, apenas se modernizou e foi diversificado para tender as novas demandas.

A cada ano seu público tem aumentado mais e sua qualidade também. Seja nos apps ou em sites na web o rádio segue vivo em sua essência. O que mudou foi a forma de encontrar novas pessoas.


A propaganda

Com o ganho de audiência a oportunidade de criar negócios alcançou as radiowebs. Os anunciantes do rádio passaram a transmitir suas propagandas pela internet, atrás de seu público-alvo.